dói no meu coração

às vezes quando penso em que tudo o que a minha tânia teve de passar para chegar aqui hoje revolto-me.
sei que não é a única e que se calhar não é a pior, mas é a minha e por isso dói-me no coração.

revolta-me que alguém tenha tido de provar tantas vezes o quão extraordinário é. que tenha de ter aprendido o bem e mal por ela. que tenha sofrido sozinha. que isso tenha feito com que às vezes acredite menos nela. que mesmo quando lhe prometeram tudo não lhe deram nada, tiraram. que tenha tido tantas vezes de se reorganizar. que não tenha tido o meu colo nessas alturas.

nessas alturas apetece-me bater à porta de todas as pessoas que passaram na vida dela e perguntar porque não fizeram melhor. porque não deram tudo! se calhar eu também devia ter dado mais atenção mais cedo e por isso também falhei.

ela agora é nossa e daremos o melhor para que esteja protegida de tudo e se sinta amada como nunca, mas não vamos poder apagar tudo. era tão bom que pudéssemos.
queríamos que ela tivesse amado no nome como nós, para que ela tivesse a certeza absoluta analítica que nunca a vamos largar. nunca. a lei portuguesa não deixa, é o que me dizem. raio de leis que limitam coisas tão estúpidas e tão importantes como estas.

não é justo que ela tenha de inseguranças por isto tudo.

fica o desabafo.


rosa amado

3 comentários:

  1. Boa noite, nao pude deixar de me emocionar ao ler tudo isto... O meu nome é Joana, sou Diretora da Casa que visitaram este verão com a Tânia há 10 anos. Permita-me que lhe diga que a "nossa" Tânia foi feliz... No nosso castelo como carinhosamente chamo á nossa Casa a Tania foi feliz. Tive pena de nao vos conhecer e mais ainda de nao ter estado com essa pirralha linda que esta tao crescida. Mas como expliquei a Tânia estava de licença de maternidade. Gostava de ter partilhado convosco tantas recordações que tenho dessa menina. Fico a aguardar nova visita, gostava de lhe poder dar um abraço, porque apesar de mantermos contato via facebook nao há nada melhor do que ver quem criamos feliz. Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana, claro que sim voltamos um quando estiver por ai. Obrigada por tudo o que foi e é hoje para a tânia de certeza que tem muitas cosias para contar e nós queremos ouvir isso tudo.
      grande beijinho e se vier a lisboa venha visitar-nos!

      Eliminar
  2. Vou sim, mas em trabalho... Tribunais... Venham vocês conhecer melhor o nosso castelo, na festa de Natal por exemplo. Onde tantas vezes a Tânia participou. Tenho fotos dela pequena que vos posso dar.

    ResponderEliminar