E num dia comum....

Caríssimos,

São em dias comuns que os sentimentos fora do vulgar nos marcam e ontem foi um dia comum.

É de notar, relembrar e enaltecer quando sentimos coisas novas; sentimos-nos mais novos, mais jovens e neste caso mais felizes.

A Tânia foi fazer testes psicotécnicos, porque nós os 3, com a ajuda da avó Rita e do avô zé, achámos que só poderia fazer bem nesta altura, da entrada na faculdade, na idade dos "ses" e dos "mas", e nas eternas questões dos porquês. A Tânia entregou-se de bom grado às horas de testes, questões e desafios. Fomos receber os resultados e conclusões às 17h22 ( a Rosa atrasou-se dois minutos).

As conclusões foram não só uma confirmação do que esperava, mas sobretudo uma validação para os 3. Para percebermos que o potencial da Tânia é infinito. Que tem jeito para Gestão, para negociar, envolver, ajudar. Tem jeito para ser criativa e comunicar. Para ser tudo o que pode ser, no que gosta e no que sente que é o seu caminho. Perceber que é boa, optima, excelente pessoa. Que melhora dia para dia. Que tem o mundo aos seus pés. E eu perceber que de alguma forma posso contribuir para isso tudo...

Senti um orgulho, se calhar egoista e não merecido, de pensar que a Tânia faz parte de mim, e que tem o potencial infinito, e sobretudo de ser muito melhor que eu , que nós, e eu poder contribuir para isso.

A minha Tânia é um orgulho gigante!!

Deixo-te uns conselhos para continuar o teu caminho ( se alguém quiser apanhar são grátis):

1) Nunca te esqueças de quem és. ( A minha mãe repetiu-me anos e anos esta frase até partir e acompanha-me todos os dias.)

2) Hoje foi melhor que ontem e é pior do que amanhã

3) A vida são dois dias e o primeiro é para acordar.

4) O que quer que faças, ou o que quer que sejas, Eu e nós, estamos aqui para o que der e vier.... e para sempre

Que orgulho.....

João B. Amado

1 comentário:

  1. A minha sobrinha mais velha é um espetáculo! Parabéns!!!
    E parabéns a vocês, meus queridos irmãos, por serem uns pais espetaculares!

    ResponderEliminar