Sobre a minha Tânia

Este fim de semana está fora, foi a casa da nini passar ao algarve. É bom para ela, está em idade disso.

A todo o lado que vamos perguntam por ela, é giro e faz todo o sentido.  Já não sabemos viver sem ela.
Numa gravidez há uma fase de anuncio, a barriga vai crescendo e as tantas a criança salta cá para fora. Quando não há isso e mais dififil explicar. Ou porque repetes a história muitaa vezes, ou porque se não contas tudo parece descabido, ou até porque já nem sabes se já contaste ou não.

Este blogue ajudou. Muitos souberam por nós outros por aqui, como se me tivessem visto grávida na rua e assim foi mais rápido para todos.

Veio comigo à holanda e se já a admirava em tanto agora admiro ainda mais. A minha mãe ficou nas lides do zé (terapia disto e daquilo e vida de bebé) e ela veio comigo ao curso. O curso na verdade era só para mim mas disse-lhe que em podendo era bom vir e ela assim o fez. Foi duro. Muitas horas e às vezes pesado, há de facto realidades difíceis e não somos indiferentes a isso, impossivel ser. Ela sempre comigo, sempre ao meu lado. Não sou de tomar imensas notas, sou mais de ouvir. Tirava algumas e quando parava ela agarrava o caderno e continuava. Tudo em inglês e ela sempre a acompanhar.  Metia-se com os miúdos que lá andavam e no fim desligavamos e íamos passear com o zé e a minha mãe.
Nessas alturas não queríamos saber de curso nenhum e foi bem divertido.

Estava aqui a pensar nisto e acho que é de partilhar porque miúdas destas não há muitas e tenho um orgulho gigante na minha. É uma grande mulher, é a minha miúda.

Adoro-te minha tónia.  Obrigada por me teres ajudado tanto estes dias. You rock!

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário