Banho matinal

Normalmente odeio tomar banho de manhã, primeiro porque é sinal que vou ter que interromper o meu sono meia hora mais cedo e custa. Depois porque ainda estou a dormir e é um esforço grande logo de manhã. Por ventura, hoje foi um gosto, tive a sorte de ver o pessoal todo, sabe bem. Mas não foi o mais especial.

Estava a começar o banho quando um rato começa abrir a porta, espreito e lá estava o Zé todo sorridente como se também fosse tomar banho. Não liguei e de repente começo a ver uns movimentos na cortina, pronto para abrir e entrar dentro da banheira.

Não entrou, só queria fazer companhia, tudo bem. 
Quando eu punha o shampoo, ele esfregava a cabeça, quando punha o gel de banho, esfregava o corpo dele e quando acabávamos, batia palmas.

Obrigada Zé Ia. 

Tânia Amado

Sem comentários:

Enviar um comentário