Vinte-vinte

Vinte semanas dentro de mim e vinte fora, se tudo correr como previsto.

Nove meses parece uma eternidade mas a verdade é que faz sentido. Se vais ter um filho o melhor é preparares-te para esperar e aprender a fazer isso sem grande ansiedade. Começas por aprender a gostar dele mesmo sem o sentires nem saberes o que é, aprendes a seguir os teus instintos e confiar. Depois começas a senti-lo mas só quando ele quer, mesmo que às vezes lhe peças muito.

O teu corpo muda e de repente és um elefante e nada cabe. Diz que faz parte e a verdade é que tás disposta a fazer isso por um filho e se não estavas passas a estar. Disposta a não comer sushi, disposta a abdicar de ovos estrelados e de umas boas amêijoas ao pôr do sol. Nem sempre é fácil ficar contente (afinal eram amêijoas e cheiravam a qualquer coisa maravilhosa) mas faz parte da preparação de ser mãe, não vai ser tudo como nos apetece mas vai ser super mega espetacular [a maior parte do tempo]. Vai ser mágico.

Deixas de ter tanta disponibilidade para os outros, que é das partes mais duras. Os de fora acabam pr perceber. Os de dentro também mas talvez custe mais.  Não deixas de pegar neles mas evitas, não deixas de brincar com eles mas vais buscar uma cadeirinha e vais arranjando espaço entre todos para mais um, porque é isso que tem de acontecer. Esse um é de todos e temos todos de ceder.
Até tudo quando dizes que não dá para ir ou fazer contra tudo o que te apetecia, deixas de ter tanta disponibilidade até para ti.

Lá mais para o fim tudo isto aumenta de intensidade até que se tudo correr bem acabas com mais um coração na mão.  E que bom que é ter tantos corações espalhados por aí.

Ainda vamos a meio e há muito para crescer e para aprender. Aproveita bem o teu t0 que cá fora não vais ter descanso meu amor.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário