Há um ano

Há um ano mais ou menos neste dia fomos jantar fora os dois e a tania ficou cá com eles. Dito hoje não dava post mas a verdade é que há um ano ela ainda não estava por cá sempre.


Já cá tinha estado muitas vezes e no fundo já sabíamos que não queríamos que estive noutro lado que não connosco mas foi preciso saber mais, saber se ela queria, saber e se ficava melhor connosco. Veio cá dormir várias vezes e falámos do bom e do mau depois demos espaço para pensar.

Nessa altura andávamos que nem casais que acabaram de saber que iam ser pais mas ainda não tinham confiança para dizer. Rizinhos e segredinhos, movimentações "estranhas" e maior I love you. Primeiro porque era difícil explicar em 5 minutos e depois porque há coisas que não se explicam, sentem-se. 

No natal ainda nada estava oficializado e nesse momento passou a ser estranho. "Ainda nāo se via barriga" mas já era difícil esconder. Mais ainda quando sabias que ela estava bem mas queria estar connosco e nós com ela. Ainda se pensou leva-la para a tempestade do natal mas era maldade. Ela ia estar desconfortável porque não conhecia e o resto da malta desconfortável porque não a conheciam a ela nem percebiam bem como lá tinha ido parar. E é a tal coisa que não se explica em 5 minutos.

Acho que nessa altura começamos a introduzir o tema e passadas umas semanas deixou de ser tema. Foi também uma grande razão para este blog, para ser mais fácil explicar e em menos de nada toda a gente saber que somos nós os cinco.


Pensar que foi só há um ano é assustador. Já tanto se passou depois disso, crescemos imenso como família e somos hoje muito melhor do que éramos. Fica sempre bem um cliché: o total é maior que a soma das partes. Não adoro clichés mas teve de ser.


Daqui a um ano pode ser que repita o post com ela ou com o novo que aí vem. Agora que me habituei e já respondo sem hesitação o nome, datas de nascimento e particularidades de cada um, vem mais um para me baralhar o esquema. Bora xavi, estamos à tua espera (mais uns meses please).


N












rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário