A minha versão

Sou a Tânia, irmã do Zé Maria e do Manel.

Vou-vos contar uma história, mas a minha versão.

Não sei muito acerca da trissomia e se me perguntassem o que acho do meu irmão, diria que é melhor para se brincar, que é o melhor para se encher de beijos e abraços, que é o melhor para se acalmar.
Se tens um irmão trissómico, então agradece a Deus, agradece a quem quiseres porque vais ser a mais pessoa mais amada ao lado dele.

Se ouvires dizer que o teu irmão é especial, não aches que é por ter trissomia, ele é especial mas por ser teu irmão, só.

Se achas que ele vai depender dos teus pais, ou até de ti. Nunca, tu é que vais depender dele, estás tu preocupado a pensar o que fará ele na vida, já está ele ocupado a fazer o que mais gosta e sempre com aquele sorriso que te rasga o coração.

Não te preocupes, vive como ele, vive com o coração como o dele, com o sorriso como o dele, vive com o mesmo espírito que o dele, com a verdade nua que é a dele. 
Eles têm a sua personalidade, não te preocupes.

Se estás preocupado se aquele ou o outro lhe fazem mal, também já te fizeram, não já? E o que é que fizeste?

Ficaste triste na altura e depois seguiste em frente.

Ele fará o mesmo ou até melhor, dirá tudo o que sente à pessoa, não fugirá como nós.

Tânia Amado

1 comentário: