La investigación

Caríssimos,

A República Dominicana teve muitos episódios engraçados. Irei relatá-los em tempos diferentes mas irão sempre fazer sentido.

No último dia em "Puta" Cana" (como o Manel sempre disse) percebemos que os sapatos novos da Tânia (mocassins com saltos ou coisa que o valha) tinham desaparecido. Desarrumados como somos nunca pensámos que podiam ter sido roubados. Depois de 2 horas à procura (e sim procurámos em todo o lado) nada de sapatos. Vira-se a Rosa e diz-me "João! Tens de ser implacável! Quero o nome das empregadas, do gestor e do responsável desta merda  situação toda!".

Assim fui, implacável. Pedindo desculpa a cada pessoa com que falava perguntava na recepção o que podiam fazer em relação aos sapatos da Tânia (Zara, 30€) que tinham desaparecido.

Chamaram a bófia! Ui! E o Joãozinho a esconder-se e a imaginar dois policias a entrarem no quarto, a levantar um saco e pumba! lá estariam os sapatos. Comecei lentamente a suar, como quem começa a fazer um cozido e não tem puto ideia do que está a fazer. Mas pronto, vamos a isso...

Chegaram dois "agentes" da segurança. Anunciam: "vamos empenzar la investigacion".
Foram verificar a fechadura. ok, percebe-se. A seguir tiram uma foto do chão onde estariam os sapatos. Fiquei mais confuso com a utilidade. Depois o responsável, já nos seus 60, mete-se de joelhos e agarrado às costas varre o quarto todo à procura dos sapatos. E assim foi a investigação. Prometeram respostas em 36 horas. Já passara 10 dias. Provavelmente a investigación continua.
E assim se perderam uns sapatos novos em folha. O que vale é que eu ganhei 120€ no casino.
Mas isso já é outra história....

João B. Amado

Sem comentários:

Enviar um comentário