Recados da noite

Deixei jantar de fora, não sei se vais chegar com fome e se comeste alguma coisa de jeito mas parece ridículo ligar-te por isso.
À terça de 15 em 15 dias é dos teus dias preferidos da semana não vou interromper, afinal tens 19 anos, não me posso esquecer.

Estás crescida e feliz e isso enche-nos o coração. Tinha medo que às tantas este ano desanimasses e que não percebesses o quanto ia ser importante para ti a vários níveis. Vejo que mesmo que ainda não tenhas realizado tens sentido e tás bem. Tens procurado o teu lugar no mundo e descoberto mais coisas que te realizam. Tudo o que se podia querer quando se prepara o futuro de alguém, quando preparamos o teu.

Tens coisas de miúda como todos temos com essa idade e não e mau, e só saudável. Às vezes tiras-nos do sério (poucas) e nessas relembro-me que eu era capaz de ser bem pior com a tua idade e por isso não me queixo. Fazem parte da tua descoberta fazem parte da dinâmica pais-filhos.

Outro dia disseste-me que às vezes era bruta e fiquei triste. Não que não esteja cansada de o saber, sei de cor, mas não queria passar isso para ti, sei que copiamos padrões e adorava que não copiasses esse. Às tantas já ficou. Se ficou que aprendas como eu a ser dura e ser doce, na mesma proporção era o ideal mas mais do segundo também não fazia mal. Não vais perceber agora como também não percebi eu nessa idade, mas ser mãe nem sempre é ser amiga e há coisas a dizer que temos de ser nós a fazer ou ninguém o fará. Às tantas numas dessas fui bruta. Daqui a uns anos ligas-me só para saber o que acho daqueles temas que tens medo de perguntar ao mundo por isso mesmo, porque sabes que vou dizer. É o que faço com a minha mãe também e espero que seja o que venhas a fazer comigo, e até já fazes às vezes.

Quero que saibas que estamos orgulhosos de ti. Como estivemos desde o princípio mas cada vez mais à medida que te vais definindo. Temos minhentos sonhos para ti mas só te contamos quando os tiveres escolhido porque os sonhos mais importantes são os teus e na verdade é com esses que ficaremos mais felizes.

Para o ano é a faculdade e daqui a cinco trabalhas. Outro dia o João realizava que daqui a 10 podíamos ser avós, achei que estava doido, afinal doida estava eu, com 29 estás em boa idade para isso se for tua vontade. Dito isto temos pouco tempo. Há que aproveitar enquanto és só nossa. Dar o melhor nesse trabalho de te ajudar a construires-te e tentar não te estragar muito no processo.

Hoje foste o anjo da guarda do manel e tantas vezes sinto que também és o meu. Obrigada por nos escolheres, tanto como escolhemos a ti.

Deixei sopa e comprei mais bolachas. Espero que não venhas com fome mas mais vale prevenir.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário