O nosso peludo foi embora

O golo morreu. Tristeza gigante, mais ainda porque quem teve de viver isso foi a tania. Não merecia.

Não se escolhe e sei que maior tristeza tem ela.


Ela saiu com ele para nos comprar uma surpresa.  Queria-nos contentes em casa, sabia que estávamos cansados e tristes. O maluco do golo quereria o mesmo se soubesse, mas era cão e maluco e nesse passeio acabou por ser atropelado. A tania tratou dele mas não dava mais. Ligou desconsolada e desconsolados ficámos fomos busca-los e enchê-los de mimo. Importante era ela, importante também foi ele.
A culpa não foi dela, ia ser assim e pronto. Nada de tristezas princesa. A vida tem disto e apesar de tudo era um cão e é isso que temos de saber.
Foi um dia duro.

Obrigada tania por teres estado lá para ele, obrigada golo por todo o caos que nos trazias todos os dias, acabavas com a paciência de todos mas ninguém gostava mais de ti do que nós. Eras uma peste, eras a nossa peste.
Não sei se tás no céu ou no inferno dos cães, no céu pelo coração ou no inferno pelas asneiras sei que estás todo contente e cheio de energia porque és tu. Nunca nos vamos esquecer de ti, o primeiro amadinho e o mais peludo.
Porta-te bem e não sejas chato.
Até um dia ♡

rosa amado

1 comentário: