Da lista de afazeres

Lista infindável de coisas espetaculares que quando estás a trabalhar não podes fazer e que agora que posso gerir o tempo como quero e por isso posso. Lista infindável que adoro mas que é muito mais gira de fazer com mais gente. Gente que normalmente não tem a minha boa vida.

Sou pessoa de fazer as coisas com gente. Multiplica por dez a graça. E o meu xavi é gente mas pouco ainda. É a minha gentinha de companhia.

E por isso ontem não fui quando podia, fui quando dava para todos. Arrancámos às sete. Apanhámos transito na marginal mas vimos a vista e o manel diz que quase viu baleias. Chegámos à praia e estavam os primos que não têm a minha vida mas às quase oito dá para tudo. Brincaram correram, conversámos até ficar fresco e depois subimos para o bar e jantámos hambúrgueres e tostas. Mais de tudo e saímos de lá às dez da noite. Tudo estafado mas com mais vida dessa lista.

Chega-se à conclusão que não é preciso estar de licença para fazer nada disto. É só preciso ter a mochila cheia, arrancar e aproveitar.

Fica prometido fazer muito disto mesmo quando tiver a trabalhar, e escrito para poderem cobrar.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário