Primeiro dia de praia

Se calhar não devia ir tão cedo. Se calhar nem devia ir àquela hora. Se calhar não devia ter ficado até as sete e meia. Mas foi, porque fomos todos recarregar a alma e ele também.

Raptamos o manel da praia da escola e aproveitámos a folga da tarde do zé em terapias. A tania também podia e fui eu e eles todos. O joka trabalha não deu.

Mergulharam, correram ou tropeçaram no caso do zé, almoçaram da mesma tigela, comeram pêssego da didi, dormiram juntos e um deles não me largou de sede. Mas não faz mal porque estávamos na praia e ninguém leva a mal.

À beira mar, com chapéu de sol e smi nu para não ter calor podemos dizer que adorou [sendo que não fala posso decidir o que pensa com alguma facilidade].

Depois voltámos para jantar com o pai, claro que àquela hora já só jantaram metade os outros tinham a bucha da lancheira e caminha escrito na testa.

Mr xavi chorou para descarregar tanta emoção e ferrou. Dormiu das 9 às 9 como quem pedia mais praia.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário