Festa surpresa

Quando achamos que já não temos idade para ter festas surpresas e acontece A surpresa.

Domingo estou eu no cupav a estudar e a minha amiga Nuno pergunta-me onde vou jantar, disse que ia a casa do meu avô, perguntou se podia ir, é a minha amiga mais desbocada e faz parte da família, nem desconfiei, disse-lhe que sim, ia só confirmar com a minha mãe, tudo bem, não desconfiei de nada.

Acaba a missa do cupav e a Nuno começa a inventar (sei agora disso), desculpas, normal. 
É daquelas amigas que combina uma hora e depois lembra-se que ainda tem mil e uma coisas por fazer, não desconfiei mais uma vez. 
E o padre Nuno ajudou à festa, a fazer-me perguntas do Sócrates e eu a pensar, se ele estaria a fazer a pergunta certa, se era mesmo daquilo que queria falar, mas lá falámos. Afinal era para fazer tempo.
Pelos vistos a festa surpresa estava atrasada e a Nuno tinha que fazer tempo.

Finalmente lá fomos embora, já eram 22h00, liguei à minha mãe avisar que se calhar era melhor começarem a jantar, que nós estávamos um bocadinho atrasadas.

Cheguei a casa e parece que a família duplicou, para quem ia só jantar com o avô, lá estavam os meus amigos todos juntos, todos sorridentes a dizerem “SURPRESA”, adorei, mas fiquei assustada, uma pessoa faz 20 anos, supostamente tem que ser adulta e tal, depois tenho os meus amigos com balões na mão e todos com o mesmo sorriso, a mostrarem os dentes e a gritarem ao mesmo tempo.Mas é disto que eu gosto, tenho 20, no entanto mereço balões e mereço que os meus amigos gritem e me façam surpresas, tal como eles merecem tudo isto.

A obra de arte desta surpresa foi da Nês, que passou a ser o “Américo Talhante”, por acaso, o nome fica-lhe bem, mas isso não interessa.
Então o Américo lá trocava mensagens a falar de carne, ou melhor, dos meus amigos, tipo por quantidades, “está confirmado 20 quilos de carne”, isto significa, 20 amigos, entre outras expressões.

Agradeço-te Américo, mãe e pai  por me terem dado uma festa de anos.
Agradeço todos os dias por ter os melhores amigos, mesmo sendo um pássaro que voa muito, os amigos são de muitos anos e serão sempre, isso sei eu escolher bem e tomar conta deles.


Para o ano há mais  

Tânia Amado

1 comentário:

  1. Tanica Maria, acalma-te senão dá-se-me o piripaque! Mereces isto e muito muito mais! De facto escolhes muito bem os amigos mas não exageres nos elogios... os que são Amados amam melhor que ninguém e aqueles que são amados por Amados vão aprendendo a amar. Que bom que é ter alguém que cuida e dá sem medida e que recebe de mãos abertas e radiante! E antes que percebas já te está a oferecer o mundo outra vez... quem resiste a uma relação assim?! Eu sou Tu que me fazes.

    ResponderEliminar