Olhó workshop da Laurindinha

A minha mãe viu o workshop da Laurinda e como a licença está quase acabar, a mãe quer fazer tudo o que ainda conseguir e faz muito bem porque assim a filha mais velha vai atrás.

Falou-me do workshop e olhamos uma para outra e já estava um sim nas nossas caras.

O workshop falava de comunicação e tal, como a minha mãe já escreveu. 

Acho excelente porque eu sou uma trapalhona e preciso de truques para comunicar e a minha mãe porque há sempre alguma coisa a melhorar.

E assim se deu o workshop de comunicação e realmente foi distinto porque não foi só dar-nos os truques, pois o que para mim pode ser um truque para o outro não é nem se aplica na vida dele, cada um tem uma maneira de comunicar e é aí que tem que se dar valor e melhorar.

Foi assim que cada um levou o que aprendemos para a vida pessoal, para o trabalho, para a faculdade, para aquele amigo com quem não se comunicou bem ou para o outro a quem tivemos a lata de dizer que não percebe nada e se calhar quem não percebeu fomos nós ou nem demos a oportunidade.

A Laurinda ensinou-nos a valorizar tudo e todos, nunca é de mais, a ver o bem das coisas, analisarmos o porquê de estar a correr mal, ajudou-nos a treinar o feedback, a comunicar com clareza e objetividade, a perceber onde está o nosso erro ou onde temos potencial com atividades dinâmicas.

Desafio qualquer pessoa a fazer este workshop, tenhas vinte, trinta ou quarenta anos, vai porque vais parar para pensar em ti e nos outros.

Vais-te aperceber onde erraste e onde ainda podes melhorar, às vezes não falhamos só com os nossos amigos, também erramos com os nossos filhos ou com os nossos pais.

Para além de aprenderes mais, levas uma amiga para a tua vida, a Laurinda.

Ps: Laurinda prepare já um próximo workshop e com uma sala ainda maior.

Ps1: Obrigada e a minha mola já está agarrada a si. 





Tânia Amado

Sem comentários:

Enviar um comentário