Um mês de validade

Um mês mais de licença. Um mês a mais que das outras vezes. Um mês para o fim da liberdade de os ter só para mim. Um mês para lhes organizar a vida, a casa, as rotinas. Um mês para liberdade minha, só minha.

A um mês disto tudo sinto que tenho de viver tudo ao mesmo tempo que quero parar e só saborear isto.
Vai ficar mais curto o tempo, vou fazer menos escolhas e por isso toca a aproveitar.
O mote tem sido digo sim a tudo o que me for surgindo e que se calhar pensaria duas vezes. E quando não tou a fazer isso tou só onde estou a aproveitar. Sem complicar muito.

Reler a listabde tudo o que disse que ia fazer e checkar tudo para não falhar nada. Gozar o momento.
E depois seguir para o próximo que não é mau. Recuperar esta massa cinzenta, voltar a trabalhar em equipa e dar o litro. Reencontrar essa realização que também conta.

Um mês para se calhar nunca mais ter esta vida. Assustador. O melhores mesmo é nem pensar muito nisso e só aproveitar a cena.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário