a filha da lisa


A nossa lisa é nossa, tão nossa que é quase família. Ela é nossa e nós somos dela.

Veio para Portugal para dar um futuro melhor à filha, estudou e agora trabalha para mandar para ela tudo o que ela precisa. A filha da lisa tem seis anos e mora com a avó. Está bem mas claro, tem saudades da mãe, e a mãe dela.

O ano passado começamos a missão trazer a filha da lisa. Não dá para viver bem longe dum filho pequeno e se é uma questão de papelada então não vale. Não está em guerra nem passa fome mas está longe da mãe e isso também é ser um bocadinho refugiado.

Lisa arranjou uma casa maior com quarto, inscreveu na escola ao lado de nossa casa. Tratava da dela junta com os nossos nas horas de trabalho. A tania ajuda nos tpcs de primeira classe e ficávamos todos melhor.

Papelada para cá e para lá e não tem sido fácil. Quase um ano volvido e os papéis estão sempre a chumbar, era por rendimentos, depois por procurações depois não sabemos bem porquê e tem sido disto. Mas vésperas de decisões andamos todos nervosos e depois, pimbas lá vem o não.

A mãe que toma conta da filha diz-lhe que se não for para a levar mais vale não ir para já porque a miúda fica tristíssima. Foi o natal passado e ficou prometido que logo que possível a trazia.
Quer fazer as coisas bem e queremos ajudar. Não tem sido fácil, pobre lisa e eliany.

A querida rita, rita mais querida disse que talvez tivesse quem nos pudesse ajudar a perceber. Falávamos de refugiados e de mudar o mundo e sabíamos as duas que tudo isso é lindo, tudo isso é fado, mas às vezes nem o que está ao lado.


Mais uma esperança. Obrigada rita por pegares num desabafo e o tornares numa ajuda. Devíamos fazer mais disso todos os dias.

rosa amado

1 comentário:

  1. Espero que consigam tratar de tudo a tempo da pequena passar o Natal junto da mãe! Um bem-haja pela vossa atitude! Beijinhos

    ResponderEliminar