Time's up

Acabou. Finnito.

Oito meses ao sabor da vida. Essa que se vive sem grandes preocupações além das maiores. Os primeiros dois meses arrancados a ferros para abrandar e os outros seis passados a namorar. Namorar os meus amadinhos. A todos e a cada um.

Fiz tudo o que queria e deixei mais queres por querer. Porque o melhor é não acabar nunca a lista de afazeres. Combinei comigo levar mais este espirito de que tudo é possível para a vida. Esta disponibilidade para estar e ouvir as pessoas que connosco se cruzam com calma. Conheci gente extraordinária. Aprendi um montão só de ver. Dediquei algum tempo de mim aos outros mas dediquei também tempo a mim. Porque um bebé está connosco mas não fala e nós ou ficamos sozinhos ou pomos a conversa connosco em dia. E foi isso tudo.

Amanhã é tudo igual ao que era e não me posso queixar. Gosto do que faço, sou privilegiada. Não saberia viver disto para sempre embora tenham sido dos melhores meses da minha vida. É estranho e difícil de explicar mas é assim.

amanhã é tempo de testar a massa cinzenta e decobrir o que ficou.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário