O amor não tem de ser perfeito, deve ser de verdade





meio estranho que enquanto uma parte do mundo está em emergência, nós tão perto estávamos no oposto. injusto até, mas aconteceu.

fim de semana planeado ao detalhe para ser no meio de nada, só feito de nós. meio ao contrario do que se tem vivido, lá está.
fomos 16 e lá ficámos. jogos da malha, workshops de cozinha alentejana, carroças (de todas), piscina, vacas e descanso. tudo isto só interrompido pelo caos de paris, onde estava também parte da família.
discussões acesas de como resolver  problema, das origens, causas e tudo mais. sem conclusão nenhuma está claro. mais amor era o ideal no fundo mas o que se vê é uma grande confusão.

e enquanto o mundo desmoronava o nosso crescia mais um bocado, num oposto muito injusto.

mas não há volta a dar, o mundo é injusto. prometido está que faremos o que pudermos para reduzir isso, será sempre pouco e não será nunca tudo. para já é só injusto que o nosso fim de semana tenha sido perfeito. Obrigada pai e obrigada a todos, como dizia na parede: O AMOR NÃO TEM DE SER PERFEITO, DEVE SER DE VERDADE. e foi.























rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário