pai de todos, fura bolos, mata piolhos

Parabéns ao pai de todos.
Comecei o dia a chatear-te, e tu a mim porque é assim.
a maior parte dos dias adoro-te mas muitos também te odeio. 
és o meu mais que tudo. quero que sejas muito feliz e quero ter-te por perto. 
quero isso tudo mas na verdade quem tem de querer és tu, é o teu dia.
vale quase tudo e tirar uma frase, right?

dez presentes nossos:
para quando doi
para recomeçar
para os dentes
para um dia de sorte
para te lembrares sempre do mais importante
para horas na casa de banho
para ganhares
para comeres
e para teres o ano mais espectacular de sempre (esse é meu e de todos os teus amigos e pessoas que gostam de ti) 

o décimo é da tua querida filha tanica que nos quer dar o melhor e nos mandar daqui para fora namorar. [num sitio brutal que ela descobriu, coisas que só ela]



rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário