Borá neve?!

Pergunta a Didi na noite de segunda.
Como assim "à neve"?
À neve explicamente que tem um tio que tem uma casa e que não vai usar.
Ui isso era top penso eu, mágico.

Mas era um tiro no escuro. Daqueles de agulha no palheiro.
O joka detesta cenas de última hora, ainda mais para ski que fez uma vez há 15 anos (sim... já não vai pra novo).

Completamente sem fé liguei, mesmo depois de dizer à Didi que de certeza que não ia dar. Segundos depois ele diz que sim e alinha.
Pimbas, ali sem mais nem menos e sem sem grandes perguntas joka saca de um all in. Ainda de queixo caído começamos no contra relógio para fazer a coisa acontecer.
Ligar à Maria João com esperança que ela tivesse fatos para os miúdos, tinha ideia que tinha. Tinha mesmo e virou umas horas para mos emprestar. O mesmo para mim e para o joka.
O xavier não vinha porque não tem idade e por isso foi empandeirá-lo e a tanica, bem a tanica tinha de ficar com o seu mais que tudo que faz anos e não podia mesmo falhar.

Semana de caos no trabalho matinés para tentar tirar a sexta, jornadas contínuas na esperança de não borregar e noitada a orientar material e mala.
Pimbas, pés na estrada.

Que nem adolescentes na facilidade da vida que se podia tudo num prazo de dois dias. Ir ali à serra nevada 3 dias e voltar. Espetacular.
Adoro cenas de última hora inesperadas,  das que nos fazem virar tudo ao contrário e ir aproveitar.
E ver o joka de sku e os miúdos na neve pela primeira vez. O manel de frasco na mão para trazer neve para os amigos e o zé, o zé vai ser a loucura.

Vai ser a loucura. E mesmo que não seja,  já foi.
Obrigada Didi. És a maior

rosa amado

1 comentário: