Fugir dois dias

De vez em quando faz bem. E em podendo acho mesmo que devemos. Tempo para nós e para voltar a ter só as preocupações de solteirões.

Duas semanas antes já sonhas com o dia de ir. Tudo se faz com mais vontade a pensar que não tarda tens umas férias das pestes. Se dormes mal pensas que numa das próximas noites vais dormir que nem um bebé , se mudas uma fralda quase te ris por dentro a pensar que não tarda vais passar 48h sem mudar nem uma e se tens de pensar em almoços ou jantares sabes que em menos de nada podes viver no imprevisto do que surgir.

Malas aviadas. Frigorifico cheio para a tanica que fica, despejar os mai novos em casa dos avós e fugir.

Sensação de liberdade incrivel. Pensas que podias viver neste registo um mês ou dois. Precisas para desligar. Fazemo-nos a estrada e zungas. Horas de conversas pela frente, conversas antigas e projetos futuros discute-se de tudo para alinhar ideias. Rumo a viana temos muito tempo para isso. Almoçar às 4, lanchar se calhar e chegar. Amigos, mergulhos na piscina e tudo o que temos direito.
Jantar com a noiva, com amigos e estar sem horas.
So antes de dormir te lembras deles, das mini criaturas e do beijinho da noite antes de dormir. Nada de especial e nenhum drama mas de repente já achas que dois meses sem eles às tantas era muito e reduzes para três semanas um mês. A cama fala mais alto e cais perdida em sonhos e silêncio. Noite de sonho e tas como nova. Todo um dia pela frente.
Pequeno almoço divinal.
Revistas cor de rosa, jornal da bola, sol, espreguiçadeiras. Amigos mais amigos. Conversas em dia, almoços na piscina, pernas estendidas até à hora do sim.
Meia hora para te kitares e arrancar para casar uma Mary.
Tudo de sonho e quando fica mais complicado tudo o que tens de fazer é mudar para sapatos rasos. Pôr de sol incrivel e início de noite memorável. Mais amigos para pôr conversa em dia ao jantar e converseta de tudo. Falas dos vestidos e das gravatas, da noiva que vai linda e do jantar espetacular.
Bolo de noiva que são bolas de berlim e abre a dança. Vai de valsa de vira e de tudo o que surge. Das tudo a relembrar todas as noites que não tens tido e dormir deixa de ser prioridade.
Vivo noivo, viva a noiva. Vem a ceia, os queijos e mais um brinde.
Tudo como antes até não dar para mais e  te arrastares para a tal cama do silêncio e de sonho e dormir como um bebé.

Perfeito. Acordas devagar e começas a sentir falta de qualquer(es) coisa(s). Rever fotos e levantar meio a custo e ja com muitas saudades. Pequeno almoço de luxo, mais amigos, mais piscina mais mergulhos. E em menos de nada sentes que a vida de solteiro é impec mas ja só queres pestes. As 3 semanas de sonho sem eles sabem muito melhor por saberes que na verdade são só mais três horas.

Pussies. Meninos. Loosers.

Um dia será bem mais que um mês e vai estar tudo bem, também estaria agora se fosse preciso. Mas podendo escolher para já 2/3 dias tá impec para matar saudades da vida sem responsabilidades e já não saber para onde nos virarmos sem eles.




rosa amado

3 comentários: