o grande dia da Lisa

Dizia no convite às 13h, afinal era às 14h, erro de typo; acabou por ser às 15h45 com uma noiva que se perdeu no cabeleireiro e um noivo que ia perdendo o juízo com tudo isso.

era o dia de sonho deles, e foi. começou duas horas depois mas isso não tem importância, as noivas podem quase tudo e a Lisa conseguiu safar-se por milagre. O sitio escolhido foi a conservatória do marques, a conservadora Sónia foi santa e conseguiu celebrar com emoção e velocidade super-sónica.

e foi a emoção esperada; Isac foi o primeiro a chorar, mas a lisa não tardou. esperavam há muito por este dia. Foi casamento civil, falou-se de igualdade, respeito e fidelidade, depois eles trocaram votos e acabaram com amén. O stress da festa foi à vida e seguiu a festarola por tarde a dentro.

Algures na pontinha, na fonte santa -mais precisamente entre o cabeleireiro e o stand de automoveis- aconteceu magia. páteo acolhedor, sala com luzinhas da moda, DJ na mesa de mistura e tudo a preceito. mesa dos noivos com padrinhos e para todos os outros mais à vontadinha. e foi tão bom ver um casamento com menos protocolo e mais de espontaneidade. Comida na mesa à mão de todos e dança pelos pés. cachupa, caril, bacalhau, massala (?!) e um role de sobremesas sem fim. O Xavier estava completamente em casa, tudo aquilo era natural nele e estava feliz da vida. um croquete em cada mão e kizomba na bunda.

A pista abriu com um número dos noivos e depois seguiram vários pares, joka padrinho e liza noiva também dançaram balada.

quando já não dava mais para os segurar nas canetas viemos embora. a festa seguiu e eles acabaram numa noite de nupcias em cima do mar como presente de padrinho.

não foi o nosso primeiro casamento Africano, já tinha corrido no sangue esta emoção, mas desta foi ainda mais especial.
A lisa é das minhas e quando é para dar dá de coração todo e isso vê-se. que seja assim no casamento, e que sejam muito felizes para sempre; nos dias em que não for que não desistam de tentar, e vai correr tudo bem.




































João B. Amado

2 comentários:

  1. Tão bonito! E as fatiotas tão bonitas também! Tudo o máximo!

    ResponderEliminar
  2. Estou de lágrimas nos olhos e não os conheço de lado nenhum! Mas faço votos para que tenham forças para seguir esta viagem.

    ResponderEliminar