Solidariedade trissómica

Tem acontecido muitas vezes e é espetacular.  Vamos na rua e alguém vem falar connosco com a maior simpatia contar que tem um filho ou neto com trissomia 21 e para nunca deixarmos de acreditar porque eles conseguem sempre surpreender-nos. É espetacular!
Depois descrevem e contam a sua história cheios de orgulho e nós ficamos contentes por ter mais bons exemplos e ver o orgulho daqueles pais. Nesta viagem foram 3 histórias giras.
Mais raro mas também acontece aqueles que nos cruzamos e parece que o mundo pára. Aproximam-se com um ar triste, dão um beijinho ou festinha e dizem-nos que vai correr tudo bem. Esses não contam a história mas com o misto de vontade de apertar o zé e tristeza fazem-me pensar que se calhar podiam ter tido um zé mas nao tiveram coragem. E isso muda-os.
Andar com o zé é uma constante emoção!

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário