Futebol e outros remédios

Toda a gente tem escapes. Toda a gente. Há quem leia, há quem desligue, há quem corra, há quem se feche na música. Outros passam a vida nas redes sociais, mensagens, ou conversas por telefone.

O meu escape é o futebol. Tudo o que é futebol me relaxa, me encanta e me fascina. Pode ser estúpido, pode ser fútil, ou mesmo inútil se olharmos para "the big picture", mas de facto faz parte de mim. Já pensei tantas vezes nisto que nem consigo explicar a quem deveria saber. Há coisas piores e coisas melhores. A minha mãe cedo percebeu e cedo me "deixou" ser assim.

Nos meus tempos livres, ou quando preciso de relaxar viro-me para o futebol. Seja num jornal, na tv, ou num jogo, ajuda-me e mais, dá-me prazer.

Escrevo isto porque ninguém percebeu porque eu queria acompanhar o mundial de perto. Porque é que eu tenho nomes de jogadores, histórias e dados que não lembram a ninguém. Sou assim e não me quero importar de ser assim.

E porque não?

Viva o Belém e o resto é conversa!!


João B. Amado

Sem comentários:

Enviar um comentário