Xixi a mais, xixi por fora

Começas segunda como se começa, sem saber bem como acaba e quase que cansada.  À terça surgem os primeiros programas para o fim de semana e até te parece bem. À quarta pensas que tás cansada e não vai dar para tudo e ao mesmo tempo não queres abdicar de nada. À quinta pedem confirmações e tens se prioritizar. E sem dares por isso é sexta e estás de malas aviadas, no sentido físico ou figurado.
Há dois fins de semana que é no físico e lá vamos nós. Cromos em fazer malas de básicos em que tipicamente falta sempre um básico qualquer. Desta foram as cuecas do manel, ele é bonzinho e usou as da noite (fraldas) sem refilar.
Sais sexta à noite ou sábado de manhã e a aventura começa.
Um deles acha que estar fora é dormir até ao meio dia, outro até às 7h. Gostava que o primeiro reinasse mas  não consigo convencer o segundo. Aguenta uma horinha a ver tv mas não há milagres e passado um tempo tens de te levantar.
Almoçarada de familia para 40 pessoas, em casa da minha mãe. Toca a despachar todos e ajudar.
Família, convívio, feijoada e toca a sair que temos outra festa. Casacos, gorros, fraldas e Toalhitas e bora. Segundo evento do dia são os anos da sobrinha pilar e já estamos atrasados. O que acordou ao 12h não tem sono e o outro acha que é muito crescido para dormir, acaba por adormecer no carro trombudo.
Festa de 5 anos e há de tudo: bolos, caras pintadas, animadores se festa, lápis, cavalos e muita miudagem. É o delírio.
Duas horas e voltamos. O que acordou ao meio dia cai para o lado e não há sinal de acordar para jantar. Somas tudo o que comeu e divides por 3, muito razoável para uma criança daquele tamanho, deixa-o dormir.
O outro resiste mas em modo resistência, vive com alguma sensibilidade a qualquer coisa que vá contra a sua vontade. Enches o peito de ar e paciência e lá o convences a comer uma banana, dois iogurtes e cama. São oito e meia. Também não jantas, vê-se um filme e cama. Estamos velhos, whataapp apita 50x com avisos de noite e lembras-te disso.
Domingo, 7h da manhã alguém te entra pela cama e ameaças chamar a polícia do sono. Ele lá se aguenta mais uma horinha. Tv para ganhar uns minutos mas desta sai furado, aparece no quarto todo nu porque quer ir brincar lá para fora. Banho, roupa, pequeno almoco e rua. O outro acorda e volta a adormecer, ainda não é 12h. Almoço relax, duas horas de patas para cima e arrancamos.  Malas para fazer e um lanche no horizonte. Buscar a tania, golo em casa e lá vamos nós- lancharada. Convívio e conversa do melhor, muita comida. Controlar as asneiras, os sapatos perdidos e as migalhas. Quando já não cabe nem uma castanha e tens a alma cheia de amigos arrancamos para jantar em casa do avô tomas.
Casacos, caderneta, carteira e temos tudo. Passar a buscar o tio Lourenço e chegamos.
Zm chega ao destino com duas manchas "de água". Ias jurar que tinhas controlado quando bebeu o sumo mas duvidas, dizes convictamente que é sumo e lembras-te que ainda não trocaste fraldas desde que se vestiu. Shit. Usas a ultima fralda que tens na carteira. Manel foi transportado em braços e dá sinais de não querer acordar. Abanas, dizes que estamos em casa do avô, falas em gelado mas nada resulta. Não há mais fraldas pões a fazer xixi e vais jantar.
Jantar divinial à jamie oliver e quase te esqueces que passaste o fim de semana a comer. Zé maria brinca atrás de uma bola e o tempo para até que o manel acorda numa poça. Drama na cabeça dele e na vida real, deixamos uma poça em cama alheia. De repente passa a ser urgente ir embora e 72h depois voltamos a casa cheios de xixi.
Esticamos o limite. Para a semana é mais calmo prometes. Prometes sempre à segunda.

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário