12 de Abril

Hoje faz uma semana que se realizou o grande almoço de família,

Éramos ao todo cento e setenta e uma pessoas,
Tios, primos, avós, netos,

Alguns Tios e primos que não conhecia,
vinham falar comigo,
como se já fosse da família há anos,

e o meu coração só encheu ainda mais neste almoço,

o meu pai andava pela casa todo orgulhoso,
apresentar-me aos tios que faltava
 “já conhece a minha Tânia?”

Este encontro começou com uma missa dada pelo tio Roque,
o coro também é da família,
uma missa só para a família é sempre especial,

Procedeu-se o almoço,

Fomo-nos juntando por gerações,
partilhámos e recordámos  histórias que nos íamos lembrando,
coisas que os nossos pais faziam,
coisas que fizemos nos nosso verão,
quando nos juntamos em Sta Cruz,

Nunca gostei tanto da casa do avô como no dia doze,

todos dispersos pela casa,

se fechássemos os olhos só se ouvia gargalhadas, 
as corridas, 
os mergulhos,
as vozes que nos dizem muito,
cantos da casa que ganharam vida,

Hoje sinto falta do almoço,

Tem que se repetir mais vezes querida família,


e que sejamos duzentos para a próxima.

Até já.






Tânia Amado

Sem comentários:

Enviar um comentário