parabéns chefe

A chefe faz anos no dia seguinte, algures entre os 35 e os 40 mas não serei eu a revelar. Diz que não vem trabalhar, faz todo o sentido, eu em podendo também nunca vou.

Numa de saber o programão que tem planeado perguntamos sobre o dia seguinte e a resposta é depressiva: "ahh e tal vou dormir, despejar o lixo e dormir mais". Brincadeirinha dela, solteira e boa rapariga tinha potencial para fazer mais que um festão de fazer inveja a qualquer um... mas não, diz que não vai fazer nada. Disse-lhe então que se assim era ia mandar um homem em cuecas entregar uma pizza de Nutella. "Ahahah diz ela, manda tou a contar com isso".
Adoro uma boa missão e algures no cérebro alguma coisa automaticamente sintoniza e "challenge accepted".

Começo logo a magicar e já nem penso noutra coisa até ficar resolvido.

Liguei ao meu irmão Lourenço e pergunto-lhe se o amigo dele "Luís" não era menino para isso. Vai ser pai, trabalho instável, eu dava-lhe uns trocos e ele é maluco o suficiente para isso. Ele hesita, até concorda mas depois diz-me que não daria porque ele não tem carro. Raios.

Realizo que a minha filha tem 20 anos e bons amigos com idade para fazer quase tudo por vinte euros. Coisa sem maldade só pela graça porque não pedir a um dos miúdos?!
Assim foi. "Tanica a minha chefe faz anos queria mandar entregar uma pizza mas o sr da pizza tinha de ir de cuecas. Não tens nenhum amigo para aqueles lados que queira fazer isso". Ideia genial achou ela e toca de accionar os contactos.

Ela que como eu adora uma boa missão nem 5 minutos depois me ligava com um nome. Ainda achei que tivesse a brincar mas não havia um amigo que fazia isso tranquilo. Meu coração jubilava de alegria. A chefinha ia adorar [e mesmo que não eu já tava a adorar o prato].

Ora entrega programada para as 11h e tinha metade da minha equipa à procura de onde se entregam pizzas de nutella antes das 11h [não fosse a chefinha sair de casa]. 
Nada. Até que como é óbvio me lembrei do meu paizão, este-oeste resolve e temos pizza de nutella a sair do forno às 10h, quentinha.
Mensagem ao rapaz num estilo meio "bem, na vida há insólitos e este é um deles. Não tem nada de mal é entregar uma pizza e tens de ir de cuecas, all right?". Ele diz que sim mas pergunta se são mesmo só cuecas. Digo que no limite leva meias [e começo a imaginar as meias o homer simpson. Tudo bem, que se lixe as meias a ideia é mesmo ser divertido].
Meia noite, nove, dez e lá está  ele a recolher a pizza. Despe-se à porta do prédio, pizza na mão e toca. 

Delicioso só de pensar. Hilariante. Queria ser uma mosca para ver.

Toca uma vez, toca duas, toca três e nada. Raios ela disse que ia dormir mas tão profundamente?! Ou não acorda ou tem vergonha. 

Comunicamos e digo-lhe que tem de arranjar maneira de entrar, bater à porta mesmo e se não der deixar lá. Lindo de se dizer mas e quem vai abrir a porta a um homem de troco nu?! Irritante e hilariante tudo ao mesmo tempo.

Tanica, filha de quem, não ia resistir e claro tava enfiada no carro a ver o que se passava, saltou e foi ela tocar. Disse de tudo e acabaram por abrir à alegada sobrinha da chefinha. 

Lá foi ele escada a cima.
Se a própria não visse todo um prédio viu que minha querida chefe tinha um homem em cuecas à procura dele, isso e uma pizza.
Anos e anos a investir numa reputação para isto ahahah


Acabou por deixar a pizza à porta com a mensagem "da melhor equipa de todas, a dela. Parabéns"
15/20 minutos depois tava dra Chefe a mandar mensagem radiante com a pizza quando lhe contámos. Adorou e rimo-nos à farta.
Fica a foto para contar a história.


[By the way agora que já tenho toda uma dinâmica montada em querendo é pedir que mandamos entregar, com ou sem meias ahah ]

rosa amado

Sem comentários:

Enviar um comentário